Aprenda a usar as Redes Sociais no Marketing Político Digital

6 Dicas de Planejamento para o seu Marketing Político Digital
agosto 24, 2015
Qual a diferença entre Marketing Político e Marketing Eleitoral?
agosto 28, 2015

O marketing político digital tem se tornado a principal estratégia de diversos candidatos, tanto pela facilidade de contato com os eleitores quanto pelo alcance das ações. Mas não basta apenas criar um perfil nas principais redes sociais e esperar que a mágica aconteça. É preciso ter uma estratégia bem definida, conhecer as peculiaridades de cada plataforma e, principalmente, o perfil dos eleitores.

Neste post, você vai aprender a utilizar todo o potencial das redes sociais para o seu marketing político digital, sem esquecer de que marketing digital é uma parte de toda a sua estratégia de marketing político! Vamos em frente?

Conhecendo seu público

A oferta de redes sociais é tão grande que muitos candidatos ficam limitados às mais conhecidas ou às que mais lhes agradam. A verdade é que quem escolhe o canal de comunicação é o seu eleitorado, ou seja, você deve estar presente onde seus eleitores estão.

O público jovem, por exemplo, é adepto de redes sociais como Twitter, Instagram, Pinterest e Facebook. Enquanto o público maduro atua com mais frequência em redes sociais como Facebook e LinkedIn.

Sabendo onde o seu público interage, fica muito mais fácil conhecer seus hábitos, necessidades, comportamentos, ambições e pontos de vista, o que contribui para otimizar sua campanha de maneira a atingir mais efetivamente as pessoas certas.

As particularidades de cada rede social

Um erro comum em campanhas de marketing político digital é não segmentar as mensagens de acordo com as particularidades de cada rede social. No Twitter, por exemplo, o foco deve ser o compartilhamento de notícias e temas de interesse do público, algo bastante objetivo e útil, pois o público dessa rede social é hard user de dispositivos móveis.

Já no Facebook, é possível montar um cronograma de postagens bem mais completo, considerando texto, imagem, vídeos e links para outros conteúdos. Instagram e Pinterest são ideais para apelos visuais, como fotos e vídeos, o que você pode aproveitar para estabelecer conexões emocionais com os seus eleitores.

No LinkedIn e no Google+, o cunho é mais informativo, portanto use-os para compartilhar suas ideias, propostas de campanha e para desenvolver um bom relacionamento com empresas, que podem vir a ser fortes aliadas.

Como potencializar seu marketing político digital nas redes sociais

Ser ativo nas redes sociais não é automatizar uma sequência de posts e monitorar as reações das pessoas ao que você compartilha. É interagir com os eleitores, pedir opiniões, esclarecer sua plataforma de campanha, levar informação útil e relevante e, acima de tudo, criar um diálogo que permita maior proximidade entre você e a sociedade.

À medida que os eleitores perceberem que você tem boas propostas e está utilizando as redes sociais como forma de levantar ideias, de buscar solucionar os problemas que eles enfrentam, de contribuir para o progresso da cidade, estado ou país, certamente você conquistará o engajamento dessas pessoas. E engajamento só surge quando as pessoas acreditam, quando confiam no candidato.

Sendo assim, foque no relacionamento, em agregar valor para as pessoas e mantenha-se sempre presente nas redes sociais. Quanto mais você souber utilizar as ferramentas de marketing digital a favor da sua campanha ou do seu mandato político, mais fácil será conquistar o apoio necessário para levar a cabo suas propostas!

Marketing político digital é importante para você? Então continue aprendendo sobre como fazer dessa estratégia um sucesso assinando nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Converse no WhatsApp