Como o marketing pode salvar sua campanha depois da reforma eleitoral?

Como a tecnologia pode ser o seu grande diferencial competitivo nas campanhas?
maio 3, 2017
Como pensar em ações de campanha política no Google?
junho 13, 2017

A reforma eleitoral alterou significativamente a maneira de se fazer campanha no Brasil. Se antes uma das críticas mais contundentes era em relação ao financiamento empresarial de campanha, agora, com as mudanças, a tendência é que a disputa fique mais democrática e premie as melhores ideias em detrimento dos maiores recursos.

Entretanto, essa mudança gerou uma necessidade de adaptação por parte dos políticos, já acostumados às antigas regras do jogo. Sendo assim, uma alternativa interessante para divulgar o nome de um candidato é trabalhar com estratégias de marketing de conteúdo. Confira mais a seguir!

Por que o marketing de conteúdo?

A viabilidade de se fazer uma campanha política utilizando o marketing de conteúdo é algo que tem movido investidores dos mais diferentes tipos. Por se tratar de um recurso destinado exclusivamente ao ambiente digital, ele atende plenamente à demanda por ferramentas que ofereçam possibilidades de lucros em redes sociais, blogs e sites de pesquisa como o Google.

Além disso, esse tipo de mecanismo também oferece um diferencial econômico: as campanhas eleitorais costumam exigir um investimento muito inferior em relação às formas de mídia tradicionais, além de permitir controle praticamente em tempo real sobre seus resultados.

Assim, as diferentes opções de divulgação que passam por redes sociais como Facebook, Twitter, LinkedIn, blogs, sites, ferramentas de busca, e-mail marketing, entre outros, estão sendo vistas cada vez mais como ferramentas imprescindíveis para o sucesso de uma divulgação.

Marketing de conteúdo na política? Sim!

Assim, atendendo à demanda de investidores em ambiente on-line e oferecendo excelentes possibilidades de lucro a partir de investimentos controlados, o marketing de conteúdo aparece como uma opção válida também para campanhas políticas de candidatos que procuram por novas alternativas.

A imagem do político pode ser construída e gerenciada no mundo virtual a partir de uma estratégia bem elaborada de marketing de conteúdo. É possível desenvolver uma eficiente estratégia de marketing alinhada aos anseios do público a partir de investimentos relativamente baixos.

Isso, em um momento em que as regras da disputa eleitoral estão sendo alteradas, pode ser o diferencial para o êxito de uma campanha.

Obama: a referência para o trabalho com marketing político on-line

Quando o atual presidente dos Estados Unidos foi eleito pela primeira vez, um dos aspectos de sua campanha que mais chamou a atenção foi sua abordagem em ambiente on-line. Além de se valer dos tradicionais mecanismos de marketing eleitoral, o então candidato trabalhou com as mais diversas possibilidades de divulgação digital para atrair eleitores.

their website Where to purchase Quaalude (Methaqualone) no prescription Amoxicillin alone is susceptible to degradation by β‑lactamases Olanzapine for injection reconstituted with Sterile Water for Injection should be used immediately (within 1 hour) after reconstitution.

A tática deu certo: Obama tornou-se não somente o presidente do país, mas também uma verdadeira referência em termos de comportamento para a sociedade americana e até mesmo mundial. Mas como ele conseguiu isso? A resposta é simples. A partir de pesquisas aplicadas, Obama conseguiu adaptar suas características pessoais, suas idiossincrasias, àquilo que as pesquisas apontavam como o ideal presidente para o eleitorado norte-americano.

De posse desses dados, Obama usou as ferramentas disponíveis (redes sociais, blogs, e-mail marketing, SMS, entre outros) para engajar milhares de pessoas na sua causa, ou seja, a candidatura de um homem moderno e ao mesmo tempo simples, capaz de resolver os problemas da população por estar mais próximo dela do que os outros candidatos.

Assim, mais do que apoio, Obama conseguiu também importantes doações e mobilizações de grupos que passaram a assumir a linha de frente da campanha do candidato voluntariamente. O resultado foi uma expressiva vitória e uma candidatura que até hoje serve como parâmetro para novos candidatos.

Estratégias de marketing de conteúdo

A partir de três etapas essenciais para qualquer estratégia de marketing, podemos mostrar o potencial do marketing on-line. São elas a pesquisa, o planejamento estratégico e o posicionamento de campanha. Confira:

Pesquisa: a pesquisa permite a você ter um perfil mais alinhado com os anseios da população, além de conhecer melhor os seus adversários, para propor uma imagem mais bem trabalhada em relação a eles nas redes sociais.

Através da pesquisa é possível identificar o perfil do possível eleitor do candidato. Assim, é possível usar as redes sociais para construir um relacionamento mais próximo com pessoas que possuem esse perfil identificado. Trabalhe com uma Fanpage no Facebook, por exemplo, e procure estabelecer um diálogo sincero com seu eleitor.

Planejamento estratégico: é preciso corrigir as falhas e ressaltar as qualidades; sendo assim, adote uma estratégia de comunicação que centralize em sua imagem questões pertinentes para o eleitor.

Nesse caso, tenha um site ou blog onde você trabalhe com temas relevantes para a população e otimize seu texto com técnicas SEO, que vão fazer com que seu conteúdo seja aprimorado de modo a ocupar as primeiras posições nas pesquisas do Google, gerando excelente tráfego para sua página e dando visibilidade à sua causa.

Mas lembre-se: para que essas técnicas funcionem é essencial oferecer conteúdo original e de qualidade.

Posicionamento alinhado à mudança ou continuidade: seja transparente. Seu eleitor tende a dividir candidatos entre aqueles que se posicionam a favor da mudança ou que desejam continuar com a política tradicional.

Seja qual for o seu caso, seja direto. Para tanto, ofereça vídeos explicando quais são suas ideias, trabalhe com ferramentas novas como webinars, por exemplo. Isso será altamente útil para ajudar você a encontrar seu nicho, pois dará espaço para explicar os pormenores de seu projeto.

Reforma eleitoral: uma oportunidade para desenvolver campanhas criativas em ambiente digital

Ainda que sua campanha não possa contar com recursos empresariais de financiamento, é preciso lembrar que as novas tecnologias estão evoluindo cada dia mais para oferecer recursos altamente qualificados para quem quer divulgar uma marca ou até mesmo uma pessoa, através da candidatura.

Assim, o marketing on-line pode ser visto como opção viável para potencializar a campanha, dando visibilidade ao candidato em ambiente on-line.

Sendo assim, não deixe que seus adversários assumam a frente aproveitando os benefícios desse recurso antes de você. Baseie-se em casos de sucesso como o de Barack Obama e garanta maior projeção junto a seu público-alvo, ou seja, o eleitor.

Você concorda com a importância do marketing digital nas campanhas? Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *