6 dicas para uma gestão de bancos de dados eficiente!

Clayton Lustosa | Marketing Político Digital
novembro 6, 2015
Veja como aumentar o alcance das publicações no Facebook
junho 7, 2016

A máxima que diz que quem tem informação tem poder é verdadeira. Mas não basta simplesmente ter acesso ao alto volume de dados que nos é disponibilizado na contemporaneidade. Para que todo o conhecimento possa ser utilizado de maneira estratégica, é necessário administrá-lo adequadamente.

De posse das técnicas para uma gestão de bancos de dados funcional, coordenadores de campanhas políticas tem, em suas mãos, a chave para o sucesso de suas atividades profissionais. Duvida? Então leia nossas 5 dicas sobre como fazer uma boa gestão de informações e saiba mais como este processo irá ajudá-lo nas próximas eleições! Confira!

Defina o porquê da criação de um banco de dados

Você já sabe que a coordenação de uma campanha política terá grandes benefícios se a gestão do banco de dados for feita. Mas qual o motivo real de você querer utilizá-lo? É para identificar qual o perfil do público que simpatiza com o seu candidato? Para reunir informações específicas sobre uma determinada região? Para gerenciar gastos? Tenha este porquê em mente para aplicá-lo à sua estratégia de gerenciamento de dados.

Saiba quais são as características de seu público-alvo

Qual é o perfil do eleitor da campanha política que você gerencia? Qual a faixa etária, renda, posicionamentos políticos, ideologias, nível de instrução etc? Pense sobre todas estas características, pois elas serão essenciais para uma gestão de banco de dados eficiente.

Estabeleça regras para inserção de informações

Se você simplesmente reunir informações em uma plataforma sem que haja um objetivo claro para esta ação, você terá, ao final da atividade, apenas um amontoado de dados que dificilmente poderão ser utilizados de maneira estratégica. Portanto, para que sua gestão seja eficiente, estabeleça regras para inserção das informações em um banco de dados. O que é realmente relevante? Qual a vida útil de uma informação? Pense sobre estas questões e estabeleça parâmetros.

Opte por um banco de dados específico para sua necessidade

Muitas ferramentas para armazenamento e gestão de banco de dados tem tantas funções não relacionadas à atividade de coordenação de campanhas políticas, por exemplo, que em vez de contribuírem positivamente para o alcance de bons resultados, acabam por dificultar a gestão adequada das informações. Sendo assim, para diminuir custos e aumentar a eficiência da gestão, trabalhe com softwares específicos para sua necessidade.

Desenvolva uma cultura de utilização de bancos de dados

A gestão eficiente de um banco de dados está diretamente relacionada à efetiva utilização das informações disponíveis nele. De nada adiantará ter todo um conteúdo relevante à disposição para as estratégias de campanha se a equipe que trabalha em prol de um candidato não se valer das informações para alcançar os objetivos.

Conheça a EleitorWEB

Se você é um coordenador de campanha política ou assessor de um político em mandato, precisa conhecer a ferramenta para Gestão de Relacionamentos Estratégicos, EleitorWEB. Com ela, você conseguirá desenvolver uma interação mais acertada com o público-alvo de suas ações, direcionar a comunicação e, com isso, mobilizar as pessoas para o alcance de seus objetivos.

E então, você vai usar essas dicas de agora em diante? Também tem alguma recomendação para compartilhar? Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *