5 dicas de marketing eleitoral político para usar no Twitter

Como investir em campanhas de marketing político para dispositivos móveis
setembro 14, 2015
7 dicas de retórica para melhorar o seu discurso
outubro 4, 2015

Gerenciar uma campanha em redes sociais não é uma tarefa simples. Cada uma possui suas próprias características, como linguagem formal ou informal, tempo de vida de uma postagem, nível de interação entre os usuários, potencial de viralização etc. Não é diferente com o Twitter e é sobre ele que nosso artigo irá abordar. Você conhecerá as 5 melhores dicas para executar um trabalho bem-sucedido de marketing eleitoral político nessa plataforma.

Use o Twitter como plataforma viral

Antes de mais nada, precisamos chamar a atenção para uma das principais peculiaridades do Twitter: a sua capacidade de viralizar um conteúdo. As famosas hashtags (#) possuem muita força — marcas, pessoas influentes da internet e programas de televisão costumam trabalhar bastante com as hashtags para promover uma ação. Pense em maneiras de aproveitar essa tática para a sua campanha.

Um exemplo claro foi a final da segunda edição do programa Master Chef Brasil, que com a #masterchefBR atingiu 1,6 milhão de interações.

Por outro lado, esse potencial de tornar uma mensagem viral pode ser negativo para um perfil, especialmente em uma campanha. Caso algum material que prejudique a imagem de um candidato ganhe força no Twitter, todo um trabalho pode ser afetado.

Alinhe sua comunicação com os outros canais

O Twitter não é uma plataforma isolada, ele deve seguir à risca o conceito da campanha. Manter um padrão na comunicação com o eleitorado é parte fundamental de um trabalho de marketing eleitoral político bem-sucedido. Portanto, poste conteúdos abordados em outras redes sociais e também nos canais tradicionais, como TV, rádio e em comícios.

O Twitter pode ser muito eficiente para candidatos que possuem pouco espaço na televisão, no rádio ou não têm recursos para estarem presentes em locais mais distantes. Como qualquer outra rede social, as mensagens têm um ganho natural de alcance, podendo chegar a pessoas interessadas no projeto da sua campanha e que não o conheciam.

Entenda que o marketing eleitoral político não é propaganda

Não use o Twitter somente para fazer propaganda do candidato ou político, das suas características, seu número e pedindo votos. Exponha um conteúdo de qualidade que informe e seja relevante para seus seguidores. Afinal, uma outra característica comum dessa plataforma é a busca de informação, especialmente as atualizadas, por parte dos usuários. De acordo com a Pew Research Center, 59% dos usuários usam essa rede social para se manter por dentro de alguma notícia recente.

Por exemplo, poste notícias acerca de algum assunto político com força no dia; promova a agenda de campanha; ou compartilhe conteúdo menos autopromocional do blog da candidatura.

Incentive interações

O mesmo estudo da Pew Research Center mostra que as pessoas no Twitter costumam responder menos a conteúdos políticos. Contudo, esse não pode ser um entrave para a campanha, muito pelo contrário, a busca pelo engajamento dos seguidores deve ser constante. Logo, publique conteúdos que estimulem a interação com as pessoas.

Por exemplo, peça sugestões de projetos, abra espaço para ideias, responda as perguntas das pessoas convide o público para um debate a respeito de algum assunto polêmico ou popular. Interagir com as pessoas é uma das melhores formas de se aproximar desse eleitorado.

Monitore os resultados

A análise de desempenho de uma campanha no Twitter é crucial por diversos fatores, entre eles o gerenciamento de crises e a avaliação dos melhores métodos de postagem. O primeiro elemento está ligado à antecipação de possíveis problemas para a candidatura, como boatos e notícias falsas com potencial de viralizar. Portanto, uma equipe preparada para executar esse acompanhamento e capaz de elaborar respostas que minimizem ou eliminem os incômodos é muito importante.

Em relação ao segundo item, somente com um monitoramento dos temas, dias e horários com maiores interações é possível saber os tipos de postagens que mais geram engajamento do público. O Twitter Analytics é uma ferramenta que pode ajudá-lo nessa tarefa.

O Twitter é uma ferramenta poderosa para a estratégia de marketing eleitoral político na internet. Contudo, deve-se usá-lo com bastante sabedoria e monitoramento. As dicas expostas só serão os primeiros passos para a execução de uma campanha mais eficiente e reconhecida por eleitores e pela mídia.

E então, você ficou com alguma dúvida ou quer compartilhar com a gente a sua opinião? Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Converse no WhatsApp